Alvarez quer compromisso das empresas com logística reversa

O setor privado deve assumir metas mais ousadas de redução de emissões de dióxido de carbono, afirmou o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, no seminário “Banda larga e TICs para sociedades inteligentes, inclusivas e sustentáveis”, realizado durante a Rio+20, conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável. Segundo ele, a principal lacuna para a sustentabilidade no setor está no engajamento dos atores na Política Nacional de Resíduos Sólidos, que estabelece responsabilidades de empresas privadas com o descarte adequado e a reciclagem de aparelhos e componentes. “Temos que avançar na logística reversa, que não pode ficar a cargo apenas dos fabricantes,” alertou.

Alvarez destacou ainda a importância da transmissão mais rápida e em maior quantidade de dados para viabilizar a transição para uma economia de baixo carbono. “Com recursos que limitam a necessidade de deslocamentos, como a videoconferência e o home office, a tecnologia de informação torna-se essencial para reduzir impactos ambientais,” argumentou.

Alvarez mostrou entusiasmo com o trabalho da UIT e com as possibilidade de organização política por meio das redes sociais, blogs e organizações populares, possível com a disseminação da banda larga, e não poupou críticas ao documento da associação européia de operadoras, que defende a cobrança de uma taxa de internet.

Alvarez admite os riscos trazidos pelo crescimento exponencial do volume de tráfego na web, e chegou a citar um artigo que classifica as redes sociais e provedores de conteúdode ‘devoradores de tréfego’, mas espera que um entendimento permita a sobreviência do modelo baseado em facilidade de acesso e gratuidade da maior parte dos serviços.

Ele ainda comemorou a menção à importânca da banda larga e das TICs na proposta de documento final da Rio+20. Primeiro orador do seminário sobre sustentabilidade e TICs, Alvarez lembrou a carta aberta da União Internacional das Telecomunicações (UIT) aos dirigentes do G-20 (grupo dos países mais desenvolvidos e dos principais mercados emergentes do planeta), que convoca os governos a investirem o necessário para que os cidadãos tenham acesso pleno aos sistemas de informação.

Fontehttp://telesintese.com.br

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: