Hora de reciclar a geladeira usada

A nova política nacional de gerenciamento do lixo determina que resíduos industriais devem ser recolhidos, reciclados ou ter o descarte adequado sob responsabilidade dos fabricantes. A lei já está em vigor e deve ser efetivada até 2014

Dar a destinação adequada para refrigeradores sem uso passou a ser obrigação dos fabricantes com a política nacional de gerenciamento dos resíduos sólidos. Batizado de logística reversa, o processo inclui recolhimento, descontaminação (retirada do gás CFC e fibras), separação de matérias primas e reciclagem.

Cada fabricante faz o recolhimento dos aparelhos da sua marca, sem nenhum custo para o consumidor. Algumas fazem parcerias com as concessionárias de energia, como no caso da Coelce com a Esmaltec.

A parceria das duas é no programa de recolhimento e substituição gratuita para clientes de baixa renda, que trocou 30 mil geladeiras em quatro anos.

Os clientes de comunidades carentes recebem visitas periódicas, se cadastram e participam de sorteios para receberem um modelo novo da Esmaltec, que se encarrega da reciclagem.

Segundo o diretor de tecnogia da fabricante, Maurício Pinotti, “o mercado nordestino é de 1,5 milhão de unidades por ano, enquanto o nacional é de quase sete milhões”. Destes, “100 mil tem descarte inadequado na região e um milhão no País”, estima.

A empresa pernambucana Revert Brasil, que inaugura em outubro um usina de reciclagem com capacidade para 450 mil aparelhos ao ano em Minas Gerais, vai abrir uma unidade no Nordeste “até o final de 2012”, de acordo com o diretor executivo Pablo Magalhães. Até o primeiro trimestre de 2011 dois postos de coleta no Ceará, um em Fortaleza e outro no interior.

“O recolhimento será em parceria com as prefeituras e/ou distribuidora de energia”, afirma. Atualmente, há pontos de recolhimento em Alagoas e Piauí.

EMAIS

De acordo com a Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), o crescimento da linha branca (refrigeradores, lavadoras e fogões) neste ano deverá ser 7% e 9% se comparado ao ano passado, quando foram vendidas 18.294.268 unidades, sendo 6.425.159 de refrigeradores.

A Esmaltec disponibiliza uma central de atendimento para recolher os equipamentos sem uso nas casas dos clientes, através da Central de Assistência Técnica, no número: 0800.275.1414

As assessorias de comunicação das indústrias Brastemp, Consul e Eletrolux não retornaram até o fechamento da edição para informar se já reciclam seus materiais e os pontos de recolhimento no Ceará.

Fonte: O POVO Online – Economia – Hora de reciclar a geladeira usada.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: