A ilusão das ecobags

Intuitivamente, eu já desconfiava disso porque nunca vejo ninguém com ecobag fazendo compras no supermercado – seja no Pão de Açúcar da Praça Panamericana, em um dos endereços mais nobres de São Paulo, ou no WalMart de Osasco. No entanto, em um passeio rápido pela Vila Madalena, Itaim, Moema ou Jardins consigo ver várias pessoas usando as ecobags como… bolsa!

O que era percepção pessoal provou-se realidade: pesquisa realizada com 1064 consumidores em supermercados, lojas, livrarias, farmácias e quitandas pela Gatto de Rua, confecção especializada em ecobags, mostrou que apenas 34% dos entrevistados possuem sacolas ecológicas e – detalhe aterrador! – desses, 71% não a estavam utilizando na hora da compra.

Vários foram os motivos apresentados pelos donos de ecobags para não a utilizarem nas compras: esquecimento, pouca praticidade para carregar a ecobag e a opção de alguns consumidores de usar sacolas plásticas para outros fins. A fabricante, no entanto, acrescenta um outro fator: “Embora tenha havido um avanço considerável na conscientização ambiental, os consumidores compram as sacolas ecológicas, mas a utilizam mais como um acessório para passeio do que como medida de preservação ambiental”, explica Elaine Guapo, diretora de Marketing da Gatto de Rua.

O que do ponto de vista individual parece algo inofensivo toma proporções alarmmantes quando colocados em perspectiva nacional. Em todo o país, são distribuídas mais de 1 bilhão de sacolas plásticas por mês apenas nos supermercados. Isso equivale a 66 sacolas por pessoa, ou mais de 2 por dia! Elas levam até 300 anos para se decompor e, durante esse período, entopem bueiros, causam inundações, lotam aterros sanitários e reduzem as condições de higiene pública nos centros urbanos, além de contribuírem para a morte de diversas espécies de animais aquáticos e terrestres.

Ok, as várias campanhas contra o uso das sacolas plásticas estão tendo algum efeito: dados da Plastivida mostram que houve uma queda de 16,2% entre 2007 (17,9 bilhões) e 2009 (15 bilhões). Agora, imagine como esses números poderiam ser melhores se as pessoas não se enganassem, usando ecobags como se fossem bolsas… e continuando a pegar sacolinhas plásticas nos supermercados!! (2 por dia para cada brasileiro!! socorro!!)

Por:  Silvia Dias

Fonte: Revista Sustentabilidade

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: